quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Hora da faxina


         Inicio de ano, mudança importante na vida com a aposentadoria, é hora de fazer uma limpeza geral nos meus armários. Mas um CD chama a minha atenção com o título “Premio Volvo”. É um relatório enviado pela Maria Cristina Olivato, na época responsável pelo programa de Educação para o Trânsito da Secretaria de Obras e Transportes, quando eu era titular da pasta, inscrevendo Limeira naquele prêmio.
         Foi um trabalho envolvendo todos os funcionários da Secretaria, de todos os setores, que adotaram a proposta da Cristina como se fossem os próprios responsáveis pelos projetos. No relatório consta que 41% das escolas municipais, estaduais e particulares aderiram voluntariamente, 38% dos professores também estavam juntos, e 39% dos alunos. Também foi desenvolvido o programa “Maturidade no Trânsito” envolvendo 17 dos 20 grupos da terceira idade existentes na cidade, também foram distribuídas 5.000 cartilhas (dois tipos) com foco no idoso como pedestre e como motorista.
         Outro evento de repercussão foram dois concursos de trânsito (I e II Cedutran) envolvendo os alunos e idosos dos programas acima com 550 trabalhos no primeiro ano e mais de 2.000 no segundo; 7 grupos da terceira idade e 12, respectivamente. No ultimo o ginásio do Santo André ficou lotado de participantes para receberem os prêmios nas modalidades: maquete, musica, desenho e tiras. Todos receberam lanches e sucos doados pelo comércio da cidade e os transportadores escolares cuidaram do transporte gratuitamente.
         A iniciativa privada deu total apoio à campanha “Paz no trânsito”, criada pelo publicitário Gino Contin, onde foram distribuídas 20.000 cartilhas para escolas do ensino fundamental, 6.000 cartazes para o comercio e estabelecimentos públicos e 600 adesivos autocolantes para motoristas. Além disso, tal campanha gerou mais 30 outdoors expostos nas principais vias da cidade e ainda recebeu premiação estadual em concurso da Central de Outdoors.
         Apresenta ainda o relatório fotos do evento mundial que Limeira participou em 2002: “Na cidade sem meu carro”, onde centenas de pessoas acorreram à Praça Toledo de Barros, fechado seu entorno, numa percepção visionária dos problemas de congestionamentos que teríamos no futuro. No mesmo relatório consta a participação de Limeira no GRSP, um programa da ONU sobre segurança no trânsito, como uma das três cidades do país escolhidas pela qualidade de sua proposta apresentada.
         Semana passada, durante a Audiência Pública dos Agentes de Trânsito, a Secretaria de Mobilidade Urbana se manifestou sobre o programa de educação para o trânsito do atual governo municipal e eu senti uma saudade imensa da Cristina.


Sérgio Lordello


Nenhum comentário: