quinta-feira, 19 de julho de 2012

A face perversa da política

(aldoadv.wordpress.com)


         Nós, cidadãos comuns, em sua maioria, não damos muito crédito aos políticos em geral. Essa nossa má concepção sobre eles está alicerçada nos inúmeros escândalos que a toda hora graça na mídia, seja com desvios de verbas, obras superfaturadas, recebimentos de propinas e muito mais. Lógico que existem exceções, temos também exemplos de comportamentos no cumprimento de mandatos que os dignificam. Para citar apenas um e muito recente, foi a atitude de Luiza Erundina recusar a candidatura à vice-prefeita de São Paulo diante do gesto tresloucado de Lula ao vender a, já pouca, dignidade do PT em troca do apoio de Maluf ao seu candidato.
         Políticos dignos ainda fazem valer os seus valores morais, as suas atitudes éticas na condução de seus mandatos. Muitas vezes, pessoas de bem, enveredam em cargos públicos expondo a sua vida pessoal e a de seus familiares, pondo em risco o seu próprio patrimônio, buscando promover melhorias para a população em geral, criando oportunidades para ela atingir uma melhor qualidade de vida.
         No entanto, durante o exercício do seu mandato, eles tem que conviver com situações embaraçosas criadas pelos maus políticos que os fazem desanimar, chegando mesmo a abandonarem os seus ideais e quem sai perdendo é a nação, os estados e os municípios.
         O processo eleitoral de Limeira, ora em curso, nos dá dois exemplos bastante significativos de como a prática de uma política avessa, por um grupo dominante, consegue minar os sonhos de pessoas bem intencionadas. A recusa em participar das eleições do prefeito atual Orlando Zovico mostra a coerência das suas ações após emprestar o seu nome e seu currículo para eleger o prefeito cassado e perceber as reais intenções do mesmo.
         Já o vereador Mário Bottion, após lutar galhardamente (junto com poucos pares) contra uma tropa de choque avassaladora, que usou de todos os meios e formas para impedir qualquer investigação e portanto responsáveis diretos por politicamente Limeira ter chegado onde chegou.
         Elaborou projetos de profundidade como a revogação da Lei Nilce (fatídica), a aprovação da Lei da Ficha Limpa, apresentação da proposta instituindo o Programa de Metas para o prefeito. Apenas estes já o credenciariam como um político sério, honesto e responsável para ser candidato ao cargo maior, mas entendeu o PMDB (cúpula) que o momento era de negociar, barganhar, permutar, mesmo tendo o inédito segundo turno este ano. Limeira saiu perdendo e muito.

Sérgio Lordello
Professor

Nenhum comentário: